Blog ICE

SET04
Dor da Igreja - Pr. Décio Stefanov

postado por Luis Abreu

A dor pode ser física, quando causada por um ferimento, contusão ou estado anômalo do organismo ou parte dele. Por outro lado, pode ser da alma, causada pela perda de um ente querido, uma mágoa, um filho mal encaminhado, uma saudade etc.. Quem é que não sentiu qualquer dessas dores? Há, ainda, uma outra dor, a dor no Coração: dor de ver e participar da Igreja através de aparelhos eletrônicos! Dor de não poder interagir pessoalmente com os irmãos, dor de não ver as crianças brincando e correndo antes e depois do Culto. A dor de não poder realizar a EBD, a dor de não realizar os ensaios musicais e de louvores, dor de não ver as mulheres louvando, das crianças cantando “Mamãe eu te amo” ou , “Papai você é meu herói”, das papeletas enviadas ao Pastor no seu dia, das irmãs que trazem a água que fazem o café, dos irmãos que recebem os pessoas e as acomodam, dos irmãos que recolhem as ofertas e dízimos e os contabilizam, dos irmãos de controlam o ar condicionado, do irmão que entrega os boletins, das irmãs que conduzem as tardes de artesanato, do irmão que acomoda os carros no estacionamento, das maravilhosas aulas com áudio e visual que os queridos professores nos presenteiam, dos irmãos e irmãs que oram para os necessitados colaborando com o ministério, da esposa do pastor orar e aconselhar, após o culto, as irmãs e irmãos que precisam de uma benção ou de uma orientação. Por fim, A DOR DA IGREJA é a sua ausência queridos diáconos, queridas diaconisas e demais colaboradores. Isso dói coração. Deus me acordou de madrugada e me deu esta mensagem - chorei, mas, como Jesus chorou e se alegrou com o seu amigo Lázaro, isso nos dá a esperança de que logo Ele vai reunir a Sua Igreja num corpo mais compacto e fervoroso, aleluia, Aleluia! Então enxuguei as lágrimas e me alegrei. Amém!

Com amor Pr. Decio Stefanov 30.06.2020

Luis Abreu


Voltar / Posts de Luis Abreu